Pestana Alvor Atlântico - 4 estrelas??

Por razões que não interessa explanar tivemos de adiar as nossas férias grandes de Julho para Setembro... e em boa hora o fizémos, pois este ano o verão a sério só chegou no fim... iuupi!!

Como tínhamos até planeado em Julho reservamos um apartamento T0/estúdio via www.booking.com uma semanita no hotel Pestana Alvor Atlântico em Alvor, sito no antigo complexo turístico da Torralta, do mesmo género do que existiu outrora em Tróia/Setúbal e que já postei neste blog.
O "complexo" está bastante cuidado e apenas as torres que devem, presumo, ser propriedade de particulares é que inspiram mais cuidados e manutenção. Os edifícios dos hotéis, as piscinas, as villas, os passeios, estradas e os jardins estão em bastante bom estado.
Existem ainda resquícios desses tempos áureos da Torralta, tais como o restaurantes antigos, o mini-golf e o bolwing (que estava sempre com gente, e eram os locals)...


Os equipamentos estão devidamente assinalados e sinalizados, existindo no complexo um supermercado que tem tudo o que é necessário para uma estadia, mas cujos preços upa upa... estão um bocado inflacionados. 
Mas a proximidade paga-se, e o facto é que a entrada do supermercado é a cerca de 30 metros do hotel... está mesmo à mão, ao ponto de estarmos a lanchar no apartamento e faltar algo e ir rapidamente comprar...

Existem uma série de infra-estruturas do grupo Pestana pelo que os hóspedes podem usufruir de todas as piscinas, bares, jardins, restaurantes, ginásios, independentemente de onde estejam alojados... o que é óptimo pois o Pestana Alvor Atlântico tem apenas uma piscina interior, que não chegamos a usar, e um ginásio que é risível. Vá, e uma máquina de vending food... e mai nada!

Usámos algumas vezes as piscinas exteriores e os jardins e espreguiçadeiras do D.João II que eram fantásticas... e que ficava a cerca de 250mtrs de distância do nosso hotel.


Como tinhamos a pirralha connosco, e não querendo que a moça apanhasse muito sol, poucas vezes fomos à piscina do D.João II Beach Club pois tinha poucas sombras e a piscina dos miúdos era pior, comparando com a do D.João II.
Este D.João II Beach Club ficava-nos a caminho da praia vindo do nosso hotel e a poucos metros do areal... onde podiamos contra a entrega de um papel de controlo levantar toalhas de cortesia que podiamos usar nas piscinas ou na praia (!), e podiamos ter toalhas "novas" todos os dias - muito bom! 
Estas toalhas eram boas e grandes, mesmo a toalha da criança que era diferente - e de notar que eram "Made in Portugal" :)
O hotel ficava a cerca de 200 metros da praia, e fazia-se num instante... a praia nos dias em que veraneámos esteve sempre fantástica à exceção de domingo, que aproveitámos mais a piscina exterior. 
É uma praia extensa de areal suficiente para não estar em cima da toalha do vizinho, cheia de bares, vigiada, esteve sempre bandeira verde menos um dia que teve bandeira amarela, água estava aprazível... ideal para famílias com miúdos pequenos - ora lá está! :)
Dado que a miúda ainda dorme sestas, apesar da excitação das férias e de algo que vou detalhar adiante, lá consegui escapar duas vezes e ali mesmo a 600mtrs do hotel, sito ao pé de um outro hotel Pestana, neste caso o Delfim, existe um pequeno e agradável driving-range. Ora a sorte eu ter levado alguns dos meus tacos, hã? Isto era algo que devia estar melhor publicitado pois apesar de não ser uma infraestrutura do grupo Pestana é sempre bom de saber...
Os preços são muito aceitáveis: 5€ por 100 bolas, ou 3€ por 50 bolas. Tem várias bandeiras para servirem de alvo. Só não dá para treinar mesmo o drive pois é um espaço reduzido e circundado por estradas com algum movimento. Não tem putting green :(

O ponto negativo de tudo : o apartamento

Ora uma pessoa, ainda por cima com uma criancinha pequena, acaba é por passar muito tempo no alojamento pelo que este deve ser cómodo e agradável... assim quando escolhemos via www.booking.com e dada as poucas referências nesse site e no tripadvisor tivemos de confiar na descrição do alojamento. E lá diz que todos os T0/estúdio tem 30mts/2 com varanda.

Pois... e a nós calhou a fava de ficar no hotel mais "fraquinho" dos muitos que o grupo Pestana tem no Alvor mas por decisão e escolha nossa, mas o alojamento que nos destinaram deve ser o PIOR apartamento de todo os hotéis Pestana ali no Alvor.

Não é que o dito fosse mau de todo, mas a sua posição no hotel tornou-nos a estadia de férias muito, mas mesmo muito, menos agradável.

É que deram-nos o apartamento da "porteira", no rés-do-chão.

Apesar de termos chegado para fazer o checkin às 15h disseram-nos que o hotel já estava todo cheio, por isso tivemos de aceitar.
O apartamento em si não é mau, está bem equipado, AC, TV, sofá, mesas e cadeiras, kitchenet muito completa (micro-ondas, frigorífico, máquina de café, torradeira, espremedor, loiças, talheres, tachos e panelas, panos, etc). 
As camas (duas) não eram muito boas, de molas, mas as almofadas compensavam um pouco.
Com mais um berço o espaço ficou super atravancado, e este apartamento não tinha mesmo os tais 30mtrs/2.
O WC não era grande mas era suficiente. 
As loiças eram da Sanindusa, marca conceituada Made in portugal...

Também adorei os puxadores das portas, e um dia na minha casa quando mudar é uma marca a procurar... Tupai, mais um Made in Portugal...
(abro um parêntesis para reforcar este tema do Made in Portugal - é assim que a nossa economia cresce, se nós comprarmos o que é nosso, inclusive os nossos grupos empresariais e financeiros potenciarem as nossas empresas e produtos...)

Para quem quer ir de férias descansar e acaba por ter de ficar num apartamento (que não é exatamente barato a ~100€ a noite) no rés-do-chão, com a janela da rua ao nível da estrada com carros sempre a passar, com a carrinha da lavandaria a vir a descarregar as roupas e toalhas e a apitar sempre à mesma hora da manhã (eu estou de férias e tenho de levar com as rotinas do trabalho dos outros? bolas...), a porta do apartamento ficava quase no lobby, todos os hóspedes do hotel passam ali naquele corredor e não eram exatamente um primor no que concerne a silêncio e respeito (foi impossível dormir uma sesta com a barulheira, impossível descansar), os elevadores ali ao lado, os aparelhos de AC por cima e ao lado da janela, não podiamos deixar a janela aberta quando saímos, não tinhamos a tal varanda, de noite tinhamos de ter as cortinas fechadas sempre, já mencionei o barulhos dos hóspedes a entrar e a sair? De longe o pior apartamento num hotel 4 estrelas onde estive... MUITO MAU!!! 

Acabei por tirar as malas pela janela já que era mais fácil que ir a arrastar tudo até ao carro pelo estacionamento afora...

Senhor Dionísio Pestana, 
é uma vergonha para o vosso prestígio e grupo hoteleiro terem um apartamento como este e terem-me cobrado o que cobraram quando o que eu contratei via www.booking.com não correspondia ao que me facultaram. Uma vergonha, vos digo eu.

Não vou riscar o grupo e hotéis Pestana por uma má experiência, mas que fiquei muito desiludido e dececionado fiquei. Se calhar o hotel até nem é mau de todo, mas a nossa estada não correu nada bem por causa da localização do apartamento.

Para acabar, duas situações caricatas derivado do facto de estarmos no apartamento no rés-do-chão...

1- certa manhã a equipa de limpeza, que começava sempre no rés-do-chão, toca-nos à porta e pergunta se podia começar a limpeza, e nós acabados de acordar e ainda a meio do pequeno-almoço... "Ah e tal é que hoje temos muitos checkouts e depois já não passamos cá... é agora ou não é..." - e ali estamos nós, a tomar o pequeno-almoço e uma equipa de 3 senhoras a limpar e arranjar o quarto... estavam 6 pessoas naquele espaço diminuto... eu percebo a diligência da chefe da equipa de limpeza que tem de ter as coisas prontas para os outros, mas vá lá... eu estou de férias! tenho mesmo que levar com os stresses dos outros? bolas...

2- algures numa das vezes que tivemos a janela aberta para arejar o quarto, deve ter entrado pela janela por estarmos no rés-do-chão um certo bicharoco, que enquanto houve luz não se manifestou... depois de noite já cerrada e connosco a dormir eis que deu de si... era o Pavarroti dos grilos! Pelo amôr da santa, eu não sabia se era uma sirene, se um alarme, mas algo tocava a bom som ali dentro e de cada vez que ligávamos a luz ou procurávamos o bicho este calava-se caladinho. Passamos horas nisto, até que percebemos pelo ressoar que estava no WC, fechamos a porta e ligámos as luzes para o enganar e lá conseguimos dormitar... no dia seguinte encontrámos o senhor grilo e largámos o bicho na natureza...


Fizemos muitas refeições no apartamento, pois com a fedelha é mais tranquilo estar num ambiente controlado a dar-lhe de comer, mas fomos comer fora duas vezes.

Alvor como terra é agradável e tem uma grande oferta de bares e restaurantes. Escolhemos um que nos pareceu mais português, a Adega de Alvor, e deliciámo-nos com uma pela cataplana do mar. Estava boa sem ser divinal.

Para o fim pedi um "trio algarvio" que era suposto ter aguardente de medronho, fatia de bolo de figo e alfarroba e um doce fino, só que o doce fino (vulgo doce do algarve) não havia e veio com uma bola de chantilly :(
Noutra noite que a piolha não queria mesmo nada adormecer no carrinho dela tentamos embalá-la no carro e demos um salto até Portimão que é mesmo ao lado, mas foi tentativa frustada pois a moça estava em noite de festa. Fomos a uma casa segura, o Forte&Feio e comemos umas Sardinhas e meio Rodovalho.

E acabei com este divinal pudim de mel.

6 comments:

LC said...

Amigo..de facto é uma vergonha. mas o tuga nao tem na sua cultura queixar-se.

pediste o livro de reclamaçoes? Disseste que te ias embora ou que não pagavas?...

pois é..como diz um amigo meu.."enquanto as pessoas não sentirem medo.. nada se resolve" :)

PS-> Podias explanar o motivo de teres adiado as férias :) Era giro.. :)

NMC said...

tens razão, devia ter pedido o livro, mas no livro fica perdido e ninguém lê, e aqui na internet e no site do booking vai ficar muito mais perene e abrangente...

Tânia said...

de facto têm razão, tanto em merecerem melhor estadia, como á importância que se deve dar às marcas portuguesas!

Sandra e Dinis said...

Obg por este post, em Setembro vou para este hotel e vi no booking o vosso comentário e foi através dele que qd fizemos a reserva pedimos para nao nos colocarem no RC.

Esperemos que esteja o mm tempo que no ano passado por essa altura.

Bjs

Xon Reite said...

Tiveste azar. Passei férias aqui durante vários anos em criança. Também uma vez nos calhou um estúdio na rifa mas não creio ter diso tão pequeno (mas como eu era bem mais pequeno se calhar não me dei conta).
Ainda hoje tenho a memória do cheiro a cera (seria creolina?) com que lavavam o chão das torres.

Xon Reite said...

Tiveste azar. Passei férias aqui durante vários anos em criança. Também uma vez nos calhou um estúdio na rifa mas não creio ter diso tão pequeno (mas como eu era bem mais pequeno se calhar não me dei conta).
Ainda hoje tenho a memória do cheiro a cera (seria creolina?) com que lavavam o chão das torres.